segunda-feira, 21 de outubro de 2013

26 distritos cearenses apresentam condições de virar municípios


O estudo serviu de base para parecer do projeto de lei aprovado na Câmara e no Senado, e que agora segue para sanção ou veto da presidente Dilma Rousseff



Levantamento da União Brasileira em Defesa da Criação dos Novos Municípios (UBDCNM) indicou 26 distritos cearenses com condição de se tornarem municípios. O estudo serviu de base para parecer do projeto de lei aprovado na Câmara e no Senado, e que agora segue para sanção ou veto da presidente Dilma Rousseff.

Nos critérios estabelecidos para o Nordeste, os distritos precisam ter população de pelo menos 8.500 habitantes para virar município. O Ceará é o terceiro estado que pode ganhar mais municípios, atrás do Maranhão (32) e da Bahia (28). O Brasil pode ter 185 novos municípios. Ao todo, eram 500 os distritos que requisitavam emancipação.

A lei afetará cerca de 1,8 mihão de pessoas, que segundo o presidente da UBDCNM, Augusto César Serejo, “vivem em distritos abandonados”.

Cidade / Distrito que pode virar município:

Acaraú – Juritianha
Acopiara – Santa Felícia
Aquiraz – Camará e Iguape
Beberibe – Parajuru
Cascavel – Guanacés
Caucaia – Icaraí e Jurema
Crateús – Montenebo
Crato – Ponta da Serra
Granja – Timonha/Adrianópolis
Icó – Lima Campos
Iguatu – José de Alencar
Itapipoca – Cruxati
Itarema – Almofala
Jucás – São Pedro do Norte
Jaguaribe – Nova Floresta/Feiticeiro
Maracanaú – Pajuçara
Maranguape – Amanari e Itabebussu
Mauriti – Palestina do Cariri
Missão Velha – Jamacuru
Morada Nova – São João do Aruaru
Pedra Branca – Mineirolândia
Redenção – Antônio Diogo e Aranaú
Russas – Flores
Santa Quitéria – Lisieux/Macaraú
Tamboril – Sucesso
Tauá – Santa Teresa

Fonte: tribuna do ceará
foto ilustrativa

Nenhum comentário: