sábado, 7 de setembro de 2013

Brasil goleia Austrália em amistoso em Brasília


Com dois gols do atacante Jô, o Brasil goleou a Austrália por 6 a 0 em amistoso neste sábado (7), no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e conseguiu a primeira vitória após a conquista da Copa das Confederações.

A seleção não teve dificuldades em vazar a defesa adversária. Foto: REUTERS
 
Apesar dos desfalques de Fred, Daniel Alves, Hulk e Oscar, a seleção comandada pelo técnico Luiz Felipe Scolari não teve dificuldades em vazar a defesa adversária. Além do atacante do Atlético-MG, a equipe brasileira chegou às redes com Neymar, Ramires, Alexandre Pato e Luiz Gustavo.

A baixa do jogo ficou por conta do lateral esquerdo Marcelo, que sentiu uma lesão muscular e preocupa a comissão técnica brasileira para o amistoso diante de Portugal, na próxima terça-feira, em Boston.
O Brasil começou o jogo com uma postura parecida com a da final da Copa das Confederações. Marcando pressão a saída de bola da Austrália, meias acompanhando os laterais adversários quando subiam ao ataque, e impondo muita movimentação e velocidade, principalmente com Neymar e Bernard.
O técnico Felipão armou a equipe nacional no 4-3-3, com Luiz Gustavo, o primeiro volante, sendo auxiliado na marcação pelos colegas Paulinho e Ramires, que viravam meias quando o time tinha a posse de bola. Na frente, Bernard (pela direita) e Neymar (pela esquerda) sempre buscavam Jô, a referência na grande área.
Já a Austrália, formada no 4-4-2, quando perdia a bola, recuava todos os seus jogadores para o campo de defesa, dificultando a troca de passe da seleção brasileira. Por isso, a equipe da casa só conseguiu chegar aos gols quando impôs velocidade nos contra-ataques e encontrou espaços para vazar o goleiro Schwarzer.
Os três gols do Brasil no primeiro tempo foram originados em roubadas de bola no meio de campo e com os contragolpes logo em seguida. Logo aos 7min, Neymar fez boa jogada individual pelo lado esquerdo e cruzou para Bernard, que pegou de primeira e acertou a trave australiana. No rebote, Jô completou para abrir o placar.
Aos 33min, Maicon puxou rápido contra-ataque e lançou Bernard. O camisa 7 da seleção brasileira entrou pela direita e cruzou para a pequena área. Lá, Jô apenas escorou para o seu segundo gol na partida.
Dois minutos depois, em outro contragolpe, Ramires lançou Neymar em profundidade. O camisa 10 entrou sozinho na grande área e tocou no canto direito do goleiro da Austrália para ampliar a vantagem brasileira antes do intervalo.
Na etapa final, os brasileiros foram obrigados a voltar com Maxwell no lugar de Marcelo, que sentiu uma lesão muscular na coxa e não voltou dos vestiários.
Apesar da mudança, o jogo continuou com o mesmo cenário na etapa final. O Brasil, com mais posse de bola, dominava as ações da partida, enquanto a Austrália se limitava a marcar no seu campo de defesa.
O quarto gol era só questão de tempo. E ele veio aos 12 minutos. Após boa troca de passes no campo de ataque, Maxwell cruzou na cabeça de Ramires, que mandou a bola no alto, sem chances para o goleiro da Austrália.
Depois, o treinador brasileiro fez diversas alterações na equipe. Entraram Dante, Hernanes, Lucas, e Alexandre Pato. Com isso, a seleção brasileira diminuiu o ritmo. Mesmo assim, marcou mais dois.
Aos 26 minutos, após tabela com Hernanes, Neymar cruzou para o atacante do Corinthians, que só desviou para o gol e selou a goleada.
Aos 38min, o volante Luiz Gustavo se mandou para o campo de ataque e, de fora da área, acertou um belo chute no ângulo e marcou um golaço.

BRASIL 
Julio Cesar, Maicon, Thiago Silva, David Luiz (Dante) e Marcelo (Maxwell); Luiz Gustavo, Paulinho (Hernanes) e Ramires; Bernard (Lucas) , Neymar e Jô (Pato). Técnico: Luiz Felipe Scolari

AUSTRÁLIA 
Schwarzer; McGowan, Neill, Ognenovski e McKay; Kruse e Jedinak (Milligan); Bresciano, Oar (Thompson) e Holman (Rogic); Kennedy (Duke). Técnico: Holger Osieck 
Local: Mané Garrincha, Brasília 
Árbitro: Enrique Cáceres (PAR)

Fonte: DN

Nenhum comentário: