sexta-feira, 16 de agosto de 2013

PREFEITO MOESIO LOIOLA PEDE SOCORRO PARA SOLUCIONAR PROBLEMA DA ÁGUA


A seca que afeta a agricultura atinge também a saúde da população que está consumindo uma água de péssima qualidade. O açude Poço da Pedra, no município de Campos Sales, perto da divisa entre os estados do Ceará e do Piauí, está secando a cada dia que passa. A água que resta, além de pouca, está absolutamente imprópria para consumo humano. Todos os dias, seis caminhões abastecem a cidade de Campos Sales, que tem uma população de 30 mil habitantes.
A população, todavia, está reclamando da qualidade da água, que, segundo eles, tem trazido inúmeras doenças para as suas famílias. Como consequência disso, moradores da região reclamam da situação e pedem o apoio do governo. De acordo com eles, a água fornecida tem mau cheiro e, mesmo fervida e filtrada, ainda é fonte inesgotável de doenças.
O prefeito do município de Campos Sales, Moésio Loiola, reconhece que a situação é preocupante. “Nós estamos em calamidade pública, porque a água que há no reservatório, além de estar imprópria ao consumo, tem trazido consequências graves para a população”.
O prefeito também reconhece que a água tem aspectos negativos, como mau cheiro e cor esverdeada. “É necessário que o governo do Estado e o governo Federal nos socorram, caso contrário, a coisa poderá piorar cada vez mais. Além de estarmos assistindo a seca campeando em todo o município, estamos vendo o povo fadado a não ter recursos para comprar o bem mais valioso que é a água”, desabafa o gestor. (O Estado)

Nenhum comentário: