sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Estado vai instalar 809 projetos de irrigação


Os projetos produtivos deverão beneficiar 3,2 mil agricultores e envolverão recursos da ordem de R$ 26 milhões

O Ministério da Integração Nacional (MI) assinou ontem, em conjunto com o Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), um convênio para a implantação de 809 projetos produtivos de irrigação e mais 632 barragens subterrâneas em todo o Estado. O montante investido será da ordem de R$ 26,29 milhões, com recursos oriundos do Fundo Social do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e beneficiará 3,2 mil agricultores familiares de 95 municípios cearenses.

A proposta é que cerca de 3,2 mil pequenos agricultores sejam beneficiados com os projetos foto: Honório

Barbosa


De acordo com a SDA, a implantação dos projetos produtivos será feita pelo Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS), que vai investir R$ 23,63 milhões. A contrapartida do Estado será de R$ 2,64 milhões para a aquisição de 132 kits de irrigação.

"Esses projetos serão implantados dentro da concepção de desenvolvimento rural sustentável, e vamos investir nas potencialidades dos municípios para incentivar a produção irrigada", afirmou o secretário de desenvolvimento agrário do Ceará, Nelson Martins. Falando sobre o Programa Água Para Todos, o secretário destacou também o apoio que o Ministério da Integração Nacional tem dado ao Estado do Ceará para que o mesmo possa continuar desenvolvendo ações.

Acúmulo nos poços

Com o objetivo de acumular água nos depósito aluviais (poços), as barragens subterrâneas que serão implantadas em 79 municípios do Ceará devem beneficiar aproximadamente 2,5 mil agricultores familiares. O equipamento funciona obtendo um substrato úmido para o cultivo e suporte hídrico, que pode ser usado tanto para consumo como também para irrigação.

Outros estados

Apesar de ser o local que mais receberá recursos para os projetos agrários, o Ceará não foi o único estado que firmou convênio com Ministério da Integração Nacional. Ainda segundo a SDA, Rio Grande do Norte e Paraíba ganharão verba para a implantação de projetos produtivos e ações emergenciais de convivência com a seca. O investimento total com os três Estados será de R$ 38 milhões e conforme o diretor-geral do DNOCS, Émerson Fernandes, os Estados terão até janeiro de 2015 para a utilizar os recursos.

Tão logo os convênios com os Estados sejam publicados no Diário Oficial, os recursos já estarão a disposição dos beneficiados. 

Fonte: DN

Nenhum comentário: