terça-feira, 30 de julho de 2013

TASSO JEREISSATI ADMITE NÃO DISPUTAR SENADO COM CID GOMES


Para ser candidato ao senado em 2014, Tasso Jereissati (PSDB) impõe algumas condições. A princípio, o tucano afirma não subir no mesmo palanque que o governador Cid Gomes (PSB), e exige compor uma chapa de oposição ao peessedebista. Segundo o tucano, o principal motivo que o retira da disputa, é Cid se desincompatibilizar do governo estadual para candidatar-se ao senado. Tasso admite que Cid está em evidência, e por isso, não disputaria a vaga com o socialista. Em contrapartida, o governador diz que estará no governo até o fim. O tucano é conciso ao dizer que só participará diretamente dos palanques que apoiarem o presidenciável Aécio Neves.
Dobradinha
O senador mineiro Aécio Neves está tentando convencer o senador Eunício Oliveira (PMDB) a concorrer ao Abolição e formar aliança com Tasso para ocupar a cadeira de Inácio Arruda (PCdoB).
Como essa dobradinha não impõe apoio de nenhum candidato presidenciável, o tucano articula com o peemedebista a composição de um palanque duplo no Estado, com ele e Dilma. Eunício, que está nos Estados Unidos para acompanhar o tratamento de saúde da filha, ainda não se manifestou sobre o desejo de Aécio. (Ceara News - Foto: Arquivo)

Nenhum comentário: