segunda-feira, 1 de julho de 2013

Ninguém vai mais subestimar Neymar, diz New York Times


O jornal americano "New York Times" destacou a exibição do atacante Neymar na vitória por 3 a 0 sobre a Espanha que valeu o título da Copa das Confederações para o Brasil, no domingo, no Rio. "Seu companheiro Fred fez dois gols no triunfo. Mas a noite foi de Neymar. Ninguém vai mais subestimá-lo", publicou o "NYT" nesta segunda-feira (1º).
Jornais espanhóis também destacaram o bom desempenho do jogador brasileiro FOTO: Reuters
O diário lembra que a habilidade do atacante do Barcelona ainda era questionável antes do torneio, mas o jogador "liderou o Brasil na vitória por 3 a 0 e foi, indiscutivelmente, a estrela do seu time na Copa das Confederações".
Na Espanha, o jornal esportivo "Mundo Deportivo", de Barcelona, também destaca o novo reforço do clube catalão: "Neymar se coroa", diz a manchete do jornal. Fala ainda em um "Neymar deslumbrante".
O "Sport", também de Barcelona, foi outro que exaltou o ex-atacante do Santos. "Campeão Neymar", destaca o jornal, que lembrou ainda que o jogador foi eleito o melhor atleta da Copa das Confederações.
Revanche é projetada
Já os dois principais jornais esportivos do país, o "Marca" e o "As", projetam uma revanche contra o Brasil no Mundial de 2014. Os dois periódicos usam a expressão "voltaremos" nas manchetes das edições desta segunda.
"Espanha naufraga no Maracanã e se encontra com o Brasil no Mundial 2014. Voltaremos...", titula o "Marca". "Espanha foi varrida pelo Brasil, mas como disse Macarthur... Voltaremos", diz o "As" em sua manchete, que cita ainda Neymar, ao dizer que o jogador "confirmou na Copa das Confederações a sua condição de estrela mundial".
No "Corriere dello Sport", da Itália, o goleiro Buffon ganhou destaque pelas três defesas de pênalti contra o Uruguai, na disputa do terceiro lugar, mas a maior foto na capa do periódico é justamente de Neymar, chamado de mágico. O jornal diz ainda que "o Brasil humilhou a Espanha".
O também italiano "La Gazzetta dello Sport" afirma que é um "Brasil já mundial", em alusão à Copa do Mundo de 2014.
Fonte: DN

Nenhum comentário: