quarta-feira, 31 de julho de 2013

EXEMPLO: DELEGADO PRENDE PRÓPRIO IRMÃO POR TRÁFICO DE DROGAS


O delegado Cláudio Monteiro prendeu o próprio irmão, Guilherme de Melo, por tráfico de drogas nesta sexta-feira em São José. Melo estava acompanhado do parceiro, Bernardo Lopes Cobra, quando foi flagrado com drogas e dinheiro. 
Guilherme e Bernardo dirigiam um Fiat Stilo preto em São José, próximo ao Mundo Car, quando foram vistos por policiais militares que conduziam uma motocicleta. Os PMs consideraram a dupla suspeita, e começaram a seguí-los. Guilherme e Bernardo, com passagem pela polícia por tráfico, conseguiram fugir e foram em direção à BR-101. 
Sem conseguir alcançar o Fiat Stilo, os PMs acionaram o cabo Adilio da Silva Filho, que encontrou o veículo no Km 200 da rodovia. A viatura da polícia cortou a frente do carro, que capotou em sequência. 
Dois torrões de maconha e R$ 28 mil foram encontrados dentro do carro de Guilherme de Melo. Como o homem relatou que era irmão do delegado, o cabo Adilio da Silva Filho ligou para a delegacia. Monteiro enviou uma equipe para o local e disse que já investigava o irmão por tráfico de drogas e furto havia um mês. 
Filho de pais diferentes, Guilherme foi interrogado por Monteiro e revelou onde ficava a quitinete com mais drogas: foram encontrados mais R$7 mil, 800 micropontos de LSD, 4kg de maconha, dois mil comprimidos de ecstasy, sete relógios, uma televisão, um notebook e um óculos. Parte dos objetos seriam fruto do tráfico, e parte de furto. 
— Ele é um traficante como outro qualquer e não vou passar a mão na cabeça — disse o delegado. 
Monteiro disse que não falava com o irmão havia pelo menos oito anos e que tem por obrigação não "ceder qualquer exceção".

Nenhum comentário: