sexta-feira, 19 de julho de 2013

Copa das Confederações: estrangeiros gastaram mais em Fortaleza

O maior gasto médio do estrangeiro entre as cidades-sede da Copa das Confederações se deu em Fortaleza, com R$ 2,7 mil por pessoa durante a estada, segundo levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), feito a pedido do Ministério do Turismo.
Em segundo lugar, aparece Rio de Janeiro, com gasto médio de R$ 2,66 mil, seguido por Recife e Salvador com R$ 1,5 mil e R$ 1,19 mil, respectivamente. Os gastos incluem despesas como hospedagem, transporte e alimentação. As despesas com passagens aéreas e ingressos não foram considerados.
Gastos incluem despesas como hospedagem, transporte e alimentação (FOTO: Camila Vasconcelos/Tribuna do Ceará)
Gastos incluem despesas como hospedagem, transporte e alimentação (FOTO: Camila Vasconcelos/Tribuna do Ceará)
Turismo doméstico
No turismo doméstico, Brasília lidera o ranking com registro de gasto médio de R$ 1 mil, seguida por Fortaleza, com R$ 788, e pelo Rio de Janeiro, com R$ 691. O levantamento parcial, que ainda não traz dados de todas as cidades-sede, mostra também que cada turista brasileiro gastou R$ 376 em Recife, o menor valor entre as cidades pesquisadas. Belo Horizonte e Salvador empataram na média de R$ 464. O gasto médio do brasileiro foi de R$ 640.
Foram analisados os dados de 7.357 entrevistados, do total de 14 mil entrevistas feitas durante os jogos da Copa das Confederações.

Fonte: Tribuna do Ceará

Nenhum comentário: