segunda-feira, 22 de julho de 2013

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA ENTRA NA JUSTIÇA CONTRA “MAIS MÉDICOS”


O Conselho Federal de Medicina (CFM) entrou com uma ação civil pública contra a União para suspender o programa "Mais Médicos". O Conselho questiona a possibilidade de trazer médicos formados no exterior sem passar pela revalidação do diploma e sem a comprovação do domínio da língua portuguesa. O CFM prometeu para os próximos dias novas ações judiciais atacando outros pontos do programa.
A ação foi proposta na sexta-feira na Justiça Federal. O CFM pede que, até uma decisão definitiva da Justiça, os Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) não sejam obrigados a fazer o registro provisório dos médicos formados no exterior inscritos no Mais Médicos. Para conseguir o registro, defende o CFM, é preciso comprovar a revalidação do diploma e apresentar certificado CELPE/BRAS, atestando que os estrangeiros têm domínio da língua portuguesa. Segundo o CFM, caso isso não seja feita, haverá riscos à saúde da população.
(André de Souza, O Globo)

Nenhum comentário: