sexta-feira, 30 de março de 2012

Blatter diz que Brasil precisa agir: 'Queremos atos, e não só palavras'

No último dia da reunião do Comitê Executivo da Fifa, em Zurique, na Suíça,o presidente da entidade, Joseph Blatter, demonstrou certa irritação com o andamento dos preparativos para a Copa de 2014, no Brasil.
Ao contrário da última quarta-feira, quando reiterou confiança na organização do Mundial e garantiu que o Brasil terá uma Copa “excepcional”, Blatter mudou o tom nesta sexta-feira.
- Pelo menos votaram a Lei Geral no Congresso. A bola está com eles agora. Queremos atos, e não mais só palavras – disse o mandatário da Fifa, em coletiva de imprensa.
Blatter (Foto: Agencia AP)Joseph Blatter mudou o tom e disse que o Brasil precisa trabalhar mais para a Copa (Foto: Agencia AP)







   Blatter reiterou que o secretário -geral da Fifa, Jérôme Valcke, segue à frente dos preparativos para a Copa, mesmo após a revolta do governo brasileiro devido à polêmica declaração de que o país precisava de um "chute no traseiro" por causa dos atrasos em obras e na aprovação da Lei Geral. Blatter disse que esse é um assunto encerrado, já que não existe mais nenhum tipo de mágoa do governo brasileiro. No entanto, durante a coletiva, não deixou Valcke falar publicamente sobre a polêmica.
- Não há nenhuma mágoa nesse sentido por parte do governo, e este assunto está encerrado - decretou.
Se não falou sobre seu impasse com o governo brasileiro, Jérôme Valcke mostrou certa preocupação em relação à rede hoteleira do Brasil. O dirigente levantou a possibilidade de torcedores e imprensa ficarem hospedados em cidades próximas aos locais dos jogos, em caso de falta de hotel para todos.
Jérôme Valcke tinha viagem marcada ao Brasil no início de março, quando estavam previstas vistorias na Arena Pernambuco, em Recife, no Estádio nacional Mané Garrincha, em Brasília, e na Arena Pantanal, em Cuiabá. Entretanto, devido à polêmica com o governo brasileiro, ele cancelou a visita. Blatter confirmou que o dirigente voltará ao país em breve.
Jerome Valcke dirigente fifa (Foto: Agência Reuters)Blatter confirmou que Valcke deve vir ao Brasil até maio (Foto: Agência Reuters)

 

Violência assume graves proporções

A violência está tomando formas cada vez mais assustadoras. No interior do Estado, as crianças também estão sofrendo muito com a ação de adultos violentos. Em Beberibe, no litoral leste do Estado, na noite da última quarta-feira, uma garota de 12 anos foi encontrada com sinais de violência sexual.

A criança, conforme a Polícia, apresentava problemas mentais. Ela foi encontrada com manchas de sangue pelo corpo. E foi descoberta nas proximidades da residência onde viva e estava há dias sumida do local O acusado do crime, segundo a vítima, é um homem alto, careca e com cavanhaque, que trabalha como taxista.

Ela contou aos policiais que teria sido abordada pelo homem e teve que ir para dentro de um veículo. Ela contou que foi levada para uma casa e violentada. Em seguida, o homem a teria abandonado nas ruas de Beberibe. Os pais a reconheceram no hospital, para onde ela foi levada pelos policiais.

MAIS ASSASSINATOS
Um idoso foi assassinado a pauladas na madrugada de ontem, em Camocim, região Noroeste do Ceará. A vítima, Jaime Rodrigues de Araújo, 65 anos, foi encontrada por vigilantes na rua com ferimentos na boca e um pedaço de madeira cravado nos olhos. Os vigilantes chamaram a Polícia e pediram socorro. O cadáver do idoso foi encaminhado ainda na madrugada para o Instituto Médico Legal (IML), em Fortaleza, para realização de exames. Não há suspeitas sobre o autor do crime.

E em Ipueiras, também na região Noroeste, o Comando de Policiamento do Interior registrou um duplo homicídio. As vítimas foram Antônio Marques Alves Magalhães, 30 anos; e Francisco José da Silva, 29 anos. A Polícia informou que dois homens em uma moto atiraram contra Antônio e, em seguida, efetuaram outros disparos, que acabaram atingindo Francisco. Os acusados fugiram após o crime e ainda não foram identificados.

Jornal O Estado via Prof. Bebel

Obras da estação Parangaba chegam a 98% de execução

Metro2
A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) está iniciando a fase de acabamento das obras civis da estação elevada da Parangaba. A estação, que tem capacidade prevista para atender 25 mil passageiros por hora, está com 98% das obras civis executadas. No momento, estão sendo feitas revisões e acabamentos, como esquadrias e pintura. A previsão é que as obras civis da estação sejam totalmente finalizadas em abril. O Metrofor também irá fazer, após finalizar a estação, a estrutura das calçadas e dos acessos aos pedestres.


A estação elevada da Parangaba é uma das mais importantes da linha Sul do metrô de Fortaleza. Localizada ao lado do terminal de passageiros das linhas de ônibus e da futura plataforma da linha Parangaba-Mucuripe, o projeto prevê a integração entre os três modais de transporte.

Estação

A estação elevada da Parangaba terá 3.300 metros quadrados de área e permitirá o acesso dos passageiros por escadas convencionais, escadas rolantes e elevadores para deficientes e pessoas com dificuldade de locomoção.

Operação Assistida

metrdentro1
O início da operação assistida do metrô de Fortaleza será iniciada em 15 de junho, com viagens entre Maracanaú e Parangaba. A operação assistida, com a participação de passageiros, serve para testar o metrô e sincronizar todos os equipamentos. “O metrô vai sair de Maracanaú e irá parar na estação Parangaba. Esses testes servirão para fazer quaisquer ajustes necessários”, afirma Rômulo Fortes, presidente do Metrofor.


A partir de 15 de outubro deste ano, será iniciada a segunda fase de testes com passageiros. Nesta fase, as composições passarão por todas as 18 estações da linha Sul do metrô.

Linha Sul

A linha Sul, que está sendo concluída pelo Metrofor, irá ligar Fortaleza a Pacatuba. São 24,1 km de extensão em via dupla, sendo 18 km de superfície, 3,9 km subterrâneo e 2,2 km em elevado.

Esta linha irá receber um total de 20 trens que formarão dez composições de 80 metros, cada. Estão sendo finalizadas 18 novas estações: Carlito Benevides (antiga Vila das Flores); Jereissati; Maracanaú; Virgílio Távora (antiga Novo Maracanaú); Rachel de Queiroz (antiga Pajuçara); Alto Alegre; Aracapé; Esperança (antiga Conjunto Esperança); Mondubim; Manoel Sátiro; Vila Pery; Parangaba; Couto Fernandes, Porangabussu; Benfica; São Benedito; José de Alencar (antiga Lagoinha); Central – Chico da Silva (antiga João Felipe).

Além dessas 18 estações, o Governo do Estado conseguiu a inclusão de mais duas estações no cronograma de obras: Juscelino Kubitschek e Padre Cícero. As duas estações já estavam previstas desde a concepção original da Linha Sul, mas com o Plano de Mobilidade Urbana gerado pela Copa do Mundo da Fifa em 2014, suas implantações foram antecipadas. Com isso, a Linha Sul do Metrô de Fortaleza, que liga Pacatuba ao Centro de Fortaleza, terá ao todo 20 estações.
A obra está recebendo um investimento total de R$ 1,705 bilhão. Em 2013, serão feitos os ajustes finais para início da operação comercial. A expectativa é transportar 350 mil passageiros por dia, com a integração plena com os terminais de ônibus.


A implantação do metrô de Fortaleza é considerada a maior obra estruturante da capital. A expectativa é que o metrô solucione um dos grandes problemas da cidade, que é o ordenamento de seu trânsito. A necessidade de se aumentar a oferta de transporte público de qualidade em substituição aos carros de passeio tem sido um dos objetivos de governos para desafogar as vias e melhorar a mobilidade urbana.

Fonte: ceara.gov.br

Obras no Castelão atingem 60% de conclusão, segundo Ferruccio


Estádio já apresenta evolução nítida na parte de fora
FERRUCCIO FEITOSA
O Estádio Castelão ultrapassa na próxima sexta-feira (30) os 60% de conclusão. A afirmação foi feita pelo secretário especial da Copa, Ferruccio Feitosa, em entrevista ao Diário do Nordeste Online nesta quinta-feira (29).
De acordo com o secretário, a praça esportiva passa por um momento único de avanço rápido e dentro do cronograma proposto. A terceira etapa que estava prevista apenas para setembro, será realizada já a partir de julho.
"Vamos finalizar a sexta-feira (30) com 62,29% de conclusão. A previsão é para terminar em dezembro. Estamos, inclusive antecipando a etapa de setembro pra julho", revelou Ferruccio.
A intenção segue de liberar o estádio Castelão para as disputas do Campeonato Cearense em janeiro de 2013, parando apenas em abril para as disputas da Copa das Confederações.
"O Castelão já está autorizado para ser utilizado de janeiro até abril durante o Campeonato Cearense. Teremos uma pausa em seguida para a Copa das Confederações", pontua o secretário.
Fonte: DN

Ceará lidera inclusão escolar

Clique para Ampliar
Estado é destaque no ranking do Movimento Todos Pela Educação, mas ainda enfrenta desafios na área

O Ceará é líder no Brasil na inclusão escolar de crianças entre quatro e cinco anos de idade. O Estado tem 92,2% dessa faixa etária na pré-escola, de acordo com os dados do Movimento Todos pela Educação divulgados ontem.

A média nacional é menor que a apresentada pelo Estado, ficando em 80,1%. Apenas o Ceará e o Rio Grande do Norte têm taxas de atendimento na pré-escola superiores a 90%. A questão agora é garantir qualidade para esta educação.

Pelo menos é o que avalia o Centro de Defesa da Criança e do Adolescente do Ceará (Cedeca), o Conselho Estadual de Educação e os especialistas em educação. Atualmente, eles discutem a qualidade desse ensino para que os resultados não sejam apenas quantitativos, mas que venham agregados a bons professores e estrutura adequada.

Um questionamento, levantado pelo assessor comunitário do Cedeca, Laudenir Gomes, é se o Município tem recorrido à construção das novas escolas e à ampliação das já existentes para atender ao número crescente de alunos. "Ainda vemos muitas escolas superlotadas. A São João Batista, no Jardim das Oliveiras, por exemplo, atende a faixa infantil de quatro e cinco anos até o 5° ano, mas passa por problemas de estrutura física", alerta.

Para ele, a qualidade ainda é um ponto a ser discutido e o acesso precisa significar boas condições. "Se não for com oferta de qualidade, não adianta, tendo em vista que não vai beneficiar as crianças. Temos que ver se de fato os números acompanham a qualidade", ressalta.

Ainda há fatores preocupantes na educação que dependem de recursos. É o que defende o presidente do Conselho Estadual de Educação, Edgar Linhares. Para ele, é preciso melhor formação dos professores e melhor remuneração para os profissionais da área de modo geral.

"Enquanto não atingirmos os 10% do PIB nacional destinados à educação, não temos o direito de melhoria qualitativa correspondente aos nossos sonhos de educadores", ressalta.

Um aspecto interessante da pesquisa é que oito dos nove Estados nordestinos estão entre os dez primeiros colocados no ranking nacional de inclusão. Ficou de fora apenas Alagoas, com 78,1%. Entre os dez melhores, estão São Paulo e Rio de Janeiro, da Região Sudeste.

Ao todo, 14 unidades da Federação têm índices de atendimento inferiores à média nacional.

Programa

A melhoria está relacionada ao eixo de Educação Infantil do Programa Alfabetização na Idade Certa (Paic), criado pelo Governo do Estado do Ceará, segundo o orientador da Célula de Estudo e Pesquisa da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Daniel Campos Lavor.

Ele explica que o programa tem monitorado o atendimento às crianças dessa faixa etária e também mobilizado todos os municípios para proporcionar educação infantil verdadeiramente qualificada.

"Este é um resultado estratégico para se conseguir uma alfabetização mais eficaz, pois essas crianças já chegam no ensino fundamental com uma base construída", diz o orientador.

A Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza (SME), garante atender a 100% das crianças que procuram unidades de ensino voltadas para o atendimento da pré-escola.

Ao todo, Fortaleza possui 195 colégios municipais que englobam essa faixa etária, nas quais estão matriculadas cerca de 20 mil estudantes entre quatro e cinco anos de idade.

Mas o desafio da inclusão continua, pois mais de 1,1 milhão de crianças nesta idade ainda não frequentam a escola, de acordo com levantamento do Movimento Todos pela Educação.

A meta do Governo Federal é que, até 2016, esses alunos sejam incluídos na rede de ensino. É importante acrescentar que uma emenda constitucional aprovada em 2009 estabelece a pré-escola como etapa obrigatória no País. Até então, a matrícula era compulsória apenas no ensino fundamental (dos seis aos 14 anos).

Os dados do Movimento Todos pela Educação são de 2010. Os indicativos apontam que as crianças de quatro e cinco anos que estavam fora da escola naquele ano provavelmente já estão matriculadas no ensino fundamental e muitas devem ter chegado a essa etapa importante sem cumprir a pré-escola.

Mudança cultural influencia resultado

Um dos fatores que podem ter influenciado o destaque do Ceará é a relevante mudança cultural, após um forte discurso de inclusão. É nisso que acredita o mestre em Educação Marco Aurélio de Patrício Ribeiro. "Pais que antes não consideravam importante mandar os filhos para a pré-escola, vista como um espaço para brincar, agora estão atentos a importância desse primeiro passo", explica.

Para ele, a gestão pública fez um investimento real no setor. "As políticas públicas surtiram efeito e houve uma mudança cultural a partir do momento que os pais passaram a valorizar a escola", analisa.

Assistência

Outro ponto que pode ter influenciado a destacar estados do Nordeste no ranking são os benefícios do Programa Bolsa Família. "Quanto mais miserável a região, mais as pessoas colocam as crianças na escola para receber os benefícios do programa".

Diante disso, é preciso questionar quais políticas estão sendo aplicadas para a permanência desse aluno no ensino médio. "O que é feito para evitar a evasão já que apenas 52% chegam no ensino médio?", questiona Marco Aurélio Ribeiro.

ADRIANA RODRIGUESESPECIAL PARA CIDADE

quinta-feira, 29 de março de 2012

Anonymous pretende desligar a internet no próximo sábado

 
(Fonte da imagem: Reprodução/BGR)

O notório grupo de hackers identificado como Anonymous pretende interromper as atividades de toda a internet no próximo sábado (31 de março). O ato seria uma forma de protestar contra projetos como o SOPA e se posicionar contra os “líderes mundiais irresponsáveis e os bancários que estão arruinando o mundo enquanto satisfazem seus desejos egoístas”.
Um documento publicado no site Pastebin, supostamente escrito por membros da coligação hacker, afirma que a intenção não é matar a rede mundial de computadores, mas sim atacar as grandes corporações, de maneira que provoque a maior quantidade possível de danos. A Operação Blecaute 2012 pretende atacar os servidores DNS que servem como base para o funcionamento da internet, o que tornaria a maior parte dos sites inacessíveis.

A opinião dos especialistas em segurança

Caso você esteja preocupado e já esteja começando a pensar em quais atividades realizar no próximo fim de semana, procure se acalmar. Empresas especializadas em segurança virtual afirmam que um ataque do tipo não teria as consequências esperadas, e é muito provável que o blecaute prometido não aconteça.
“Os hackers do Anonymous podem causar interrupções, mas elas vão ficar restritas às redes das quais as máquinas visadas fazem parte”, afirma Robert Graham, da Errata Security. “É improvável que eles consigam tirar todas elas do ar, ao menos por um período significativo de tempo. No dia do Blecaute Global, é possível que muitas pessoas nem notem o que está acontecendo”, complementa.
Apesar de estar certo da ineficiência de um ataque do tipo, Graham mostra certa cautela ao falar sobre o assunto. “Só porque eu digo que o Anonymous não pode derrubar a internet, não significa que isso não pode ser feito”, afirma o especialista em segurança no blog oficial da empresa.


Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/ataque-hacker/21390-anonymous-pretende-desligar-a-internet-no-proximo-sabado.htm#ixzz1qWENV6tO

DEPUTADOS APROVAM NOVO PISO SALARIAL PARA MAGISTÉRIO DO ESTADO



O valor do piso para servidores estaduais do magistério foi aprovado hoje pela Assembleia Legislativa. O projeto de lei 17/12, de autoria do Poder Executivo, dispõe sobre o valor do piso vencimental para os servidores do Grupo Ocupacional Magistério da Educação Básica (MAG).
A proposta visa garantir que nenhum servidor do grupo perceberá vencimento mínimo inferior ao piso salarial profissional do País, instituído pela lei federal 11.738 para a jornada semanal de 40 horas. Como explicou o líder do Governo, deputado Antonio Carlos, a medida é retroativa a janeiro deste ano e significa que nenhum professor da rede estadual receberá menos que R$ 1.451 de vencimento-base inicial.


(Informações da Assembleia Legislativa)

Chuva irregular no Estado deixa homem do campo pessimista

Clique para Ampliar
Falta de chuvas já comprometeu o desenvolvimento do milharal no Interior
FOTO: HONORIO BARBOSA
Quadro chuvoso faz que com Municípios, como Quixeramobim, já objetivem o decreto de estado de emergência

Limoeiro do Norte Pessimismo, ansiedade ou experiência, o fato é que o agricultor cearense está preocupado. A irregularidade de chuvas e a perda de parte do plantio já configuram uma previsão do homem do campo: "o inverno neste ano vai ser fraco". Em Limoeiro do Norte, plantações de milho já foram perdidas. Onde o sabugo não ficou nanico foi a própria planta que nem cresceu. Em Quixeramobim já se fala em decretar situação de emergência. O IBGE deve divulgar na primeira semana de abril o balanço mensal para a safra agrícola de 2012. A estimativa de produção já sofreu um recuo entre dezembro e fevereiro, mas ainda há chances de avanço especialmente na produção de feijão de corda. A Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) considera cedo para falar em prejuízo da safra.

Ver na televisão o tanto de chuva que tem caído em Fortaleza, enquanto só pinga no Interior tem causado desalento a muito agricultor do regime de sequeiro. "Cadê a chuva" é a frase em uníssono de muita gente. Em Limoeiro passa a maior parte do dia com céu nublado. "Mas chuva que é bom...", retruca Ananias Damasceno, que planta feijão e milho. Passado um mês e meio do início oficial da estação chuvosa no Ceará, o agricultor João de Sousa Lima ficou em desalento porque na semana do dia de São José (19 de março) precisou carregar baldes de água para sua plantação de milho e de feijão. "Mas sem ter muita água não deu muito certo não. Eu já arranquei milho murcho, já perdido, plantei de novo, mas tô vendo que essas plantinhas vão ficar na minha cintura", afirma o agricultor. Outro João, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Limoeiro, avalia que em outras áreas também já há prejuízo porque as chuvas estão irregulares. Na região do Cariri há vários hectares de terra em fase de replantio. A expectativa da SDA é que a nova colheita já seja bem melhor que a do primeiro trimestre. "As chuvas estão irregulares, mas o agricultor tem que aguardar mais um pouco, ainda estamos no mês de março. Se melhorar em chuvas entre este fim de março até início de maio, teremos garantia de safra", afirma Itamar Lemos, coordenador de Agricultura Familiar da SDA. Ele considera precipitado que os Municípios já tenham que falar em situação de emergência, pois ainda que chova pouco estão em campo outros projetos de convivência com o semiárido.

Reunião

Hoje acontece reunião na SDA para tratar da instalação de mais de quatro mil cisternas e 1.500 barragens subterrâneas. "O secretário Nelson Martins está trabalhando recursos no Governo Federal para instalar vários quintais produtivos", acrescenta.

O último Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, uma divulgação mensal do IBGE, apontou um recuo na expectativa de produção para 2012. Enquanto em janeiro se falava em 1.438.395 toneladas de grãos, o relatório de fevereiro apontou para 1.435.804 toneladas, ou 0,18% a menos que a projeção inicial. A preocupação dos agricultores é que, passado mês e meio de quanto deveria já estar chovendo de forma razoável, o novo balanço reflita essa previsão de queda. O Grupo de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias (GCEA) do IBGE aponta que a perspectiva de um bom inverno ainda permanece. O próximo levantamento de safra deve ser divulgado na semana que vem com a indicação de um incremento na produção de feijão de corda.

Por enquanto, a estimativa é de que a produção nacional de grãos seja 160,3 milhões de toneladas, maior que de 2011. Mas a estiagem verificada no Nordeste deve provocar atualização deste quadro. No Ceará, a Secretaria de Desenvolvimento Agrário tem 300 mil vagas para o recebimento do Seguro-Safra. Mas por enquanto, avaliam os especialistas, é preciso aguardar o que o céu reserva para o mês de abril.

Em Quixeramobim, maior Município do Sertão Central, o quadro de instabilidade pluviométrica já declina para estiagem. Por esse motivo a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) solicitou visita da equipe da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Ceará (Cedec), com o objetivo de decretação de estado de emergência.

A reunião estava agendada para a tarde de ontem, na sede da Comdec. Segundo o coordenador do Comdec, Marcos Machado, a situação já é de calamidade. Nenhuma comunidade rural produziu ainda nenhum legume, nem mesmo feijão ou milho, principais cultivos da região.

Recebendo o aval da Cedec, a coordenação da Defesa Civil de Quixeramobim pretende recomendar ao chefe do Poder Executivo municipal a decretação de estado de emergência por estiagem. Acrescentou o coordenador local a situação como irreversível. Os danos também já são visíveis tanto na falta de água para consumo humano como pela insegurança alimentar.

A alternativa para assistência às 106 comunidades rurais afetadas está no aumento do número de carros-pipa e na liberação de auxílio econômico para as famílias e distribuição de cestas básicas. Atualmente estão sendo feitas dez rotas de abastecimento de água. Há necessidade de mais oito rotas destas.

A coordenação estadual da Defesa Civil recomenda prudência quanto à intenção dos Municípios decretarem situação de emergência tendo por motivo a estiagem. Todo decreto nesse sentido, ainda que realizado pela Defesa Civil municipal em consonância com a Prefeitura, precisa da legitimação pela coordenação estadual.

MELQUÍADES JR./ALEX PIMENTEL
REPÓRTER/ COLABORADOR

CE registra baixos índices de pluviometria

Iguatu. O quadro chuvoso no Ceará permanece localizado e no geral de baixa pluviometria. Ontem, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou chuva em 100 Municípios. A maior precipitação no Interior foi em Barro, no Sul do Ceará (86mm); depois Hidrolândia, no Sertão de Crateús, (58mm) e Novas Russas (45mm). A novidade ontem foi a sangria do Açude Tatajuba, em Icó. Agora são seis reservatórios no Estado que permanecem transbordando.

As chuvas caídas ontem na região do Cariri (Sul do Ceará) e Zona Norte, incluindo o litoral, foi decorrente de um sistema convectivo que geralmente ocorre durante a madrugada e é formado em curto espaço de tempo, cerca de três horas, segundo explicações da Funceme. "A Zona de Convergência Intertropical permanece no Estado e influencia mais as precipitações no litoral", disse a meteorologista da Funceme, Cláudia Rickes. O sistema de Vórtice Ciclônico de Alto Nível afastou-se um pouco mais do Estado, mas ainda permanece influenciando a verificação de chuvas no Interior.

Veranico

"O quadro é de permanência de chuvas isoladas", observa Cláudia Rickes. A Funceme confirmou que a faixa central que vai do Leste até o Oeste do Estado sofre veranico e reduzidas chuvas desde fevereiro passado. As regiões do Sertão Central, Jaguaribana e Sertões de Crateús têm sofrido com a escassez de chuva. A situação mais crítica com perda da lavoura e impossibilidade de plantio verifica-se em Milhã, Solonópole, Deputado Irapuan Pinheiro e Senador Pompeu, onde as chuvas estão muito reduzidas, bem abaixo da média.

HONÓRIO BARBOSA
REPÓRTER

CHUVAS NO CEARÁ
Municipio                                                   mm
Fortaleza...................................................... 93

Barro ............................................................. 86

Hidrolândia ................................................ 58

Nova Russas .............................................. 45

Caucaia .........................................................44

Santa Quitéria ........................................... 38

Granja ............................................................ 35

Quixelô ..........................................................34

Quixadá ........................................................ 34

Paracuru .......................................................34

Ipaumirim ....................................................31

Lavras da Mangabeira .......................... 31

Iguatu ............................................................ 31

Deputado Irapuan Pinheiro ............... 30

Ipaporanga .................................................30

São Gonçalo do Amarante .................. 30

Madalena .....................................................29

Paramoti ......................................................29

Fonte: Funceme