segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Rochas de chapada do Ceará contam lenda de amor proibido

Pedras impressionam pela semelhança com animais e figuras humanas. Novecentos metros acima do nível do mar, formação das rochas é diferente.

A beleza natural das rochas e montanhas da Chapada de Ibiapaba, no Ceará, atrai turistas e moradores da região por seus mistérios e lendas. Em Guaraciaba do Norte (CE), as pedras impressionam pela semelhança com animais e figuras humanas talhadas com o passar dos anos.

Já na cidade de Tianguá (CE), as formações rochosas são encontradas dentro da cidade e, segundo estudiosos, a área representa um pouco da história da região.“Essa região foi muito usada, há algumas décadas, dentro de um corredor onde os caçadores atuavam. Eles usavam o local para se reabastecer com seus animais”, afirma Amaury Pinto, professor de história.

Por estar cerca de 900 metros acima do nível do mar, as rochas do planalto do Ibiapaba são diferentes de outras formações rochosas do Ceará. “A grande maioria das pedras do estado tem formação cristalina e, em Ibiapaba, elas têm formação sedimentar, ou seja, as rochas são formadas em camadas sobrepostas umas às outras”, diz o geólogo Cláudio Souza.

Em Viçosa do Ceará (CE), as pedras do chamado Castelo de Pedras, segundo a lenda local, representam letras que contam a história de um amor proibido. “Segundo a lenda, o local já foi um povoado indígena e, no processo de catequização, quando os jesuítas aqui vieram, um deles teria se apaixonado por uma índia. Eles tiveram um romance proibido e Deus, em forma de castigo, desceu sobre o local e transformou tudo em pedras “, afirma a educadora ambiental Francivan Vieira.

Nenhum comentário: